Domingo, 21 de Outubro de 2007

Azinheira

Azinheira



Nome vulgar de plantas arbóreas do género Quercus, da família das Fagáceas.
A azinheira da espécie Quercus ilex, também conhecida por azinho, sardão ou sardoeira, é uma árvore de copa ampla, densa, ovóide ou arredondada, que pode atingir os 27 metros de altura. O ritidoma é cinzento e não suberoso.
As folhas são persistentes, pecioladas, lanceoladas ou orbiculares, com dois a nove centímetros de comprimento. A página superior é verde-escura, brilhante e a página inferior é verde-baça e tomentosa. No estado juvenil são de forma serrada a dentada e no estado adulto apresentam-se inteiras a serradas.
As flores são unissexuais. As masculinas associam-se em amentilhos frouxos e as femininas formam inflorescências solitárias. A floração ocorre entre os meses de Março e Junho.
O fruto é uma bolota oval, um aquénio com cúpula com metade do seu comprimento.
A Quercus ilex é oriunda da zona do Mediterrâneo, distribuindo-se pelo Sul da Península Ibérica e Norte de África. É utilizada como planta ornamental.
A azinheira da espécie Quercus rotundifolia, também conhecida por azinheira-de-bolota-doce, azinho, sardão ou sardoeira, é uma espécie das regiões mais secas da Península Ibérica, França mediterrânea e Norte de África. Contribui, apesar da desertificação introduzida pelos humanos, para extensos povoamentos. Produz uma madeira, compacta, rija, com grande aplicação na indústria para, por exemplo, o fabrico de tacos e outros fins industriais. A madeira era antigamente muito procurada para o fabrico de carvão de azinho. Os seus frutos são bolotas, adocicadas, que contêm grande percentagem de óleos e outros princípios, que são utilizados quer para o fabrico de farinhas quer para alimentação directa do gado.

Como referenciar este artigo:
azinheira. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2007. [Consult. 2007-10-21].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/$azinheira>.

Meu Alentejo amado editou às 20:29

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007

CUIDADO...

Príncipe das Astúrias em Beja...
 

Alqueva, Beja, 15 Out (Lusa) - O Príncipe das Astúrias, Felipe de Bourbón, defendeu hoje uma maior aproximação entre portugueses e espanhóis, considerando que o projecto de Alqueva abre grandes possibilidades de desenvolvimento turístico em ambos os lados da fronteira.



E eu que pensava que a barragem do Alqueva era portuguesa, feita por portugueses e para servir Portugal...

POIS É! PARECE QUE ESTAVA ERRADO.


 

Mas quem disse a este príncipe que interessa à maioria dos portugueses uma maior aproximação aos espanhóis? Porém uma coisa me desanima. Será que deixamos de ser um estado livre e passamos a ser apenas "uma província da UE"?

Há também uma exigência justa sobre um território por muitos esquecido - Olivença -, que continua há mais de 200 anos colonizado por Espanha.

Alheio a estes problemas, este nosso demasiado humilde país, tem andado ultimamente muito a reboque da monarquia espanhola, que parece um morto ambulante, mais aceite aqui em Portugal que pelo povo espanhol, que está cansado de ser governado por alguém que não pode eleger.

Além disso, nosso povo está muito encantado com a economia espanhola, ignorando o que de mal existe lá e o de bom que existe cá. Já é tempo de deixarmos de covardias e resolvermos nossos problemas em vez de esperarmos que outros o façam por nós.

A história já nos mostrou que de Espanha não nos vem nada de bom. Por que essa tão desejada subjugação a um país como muitos mais problemas a nível de unidade nacional que nós? Poderia escrever mais mas me falta a paciência para tal...

Meu Alentejo amado editou às 19:24

link do post | comentar | favorito

Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28

pesquisar

 

Artigos Recentes

Tragédia anunciada

Um pouco de humor

Palavreado alentejano

Ontem e hoje...

Uma questão de cultura...

Última hora...

Cante alentejano será pat...

Feliz Natal e próspero An...

Sem ofensa para o Sportin...

Azinheira

Arquivos

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Outubro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Defendendo Olivença


Em defesa do português Oliventino
Olivença back to Portugal
blogs SAPO

subscrever feeds

tags

todas as tags